« Home | Bar mitzvah » | Ao espelho, que interessa o reflexo? » | UNICEF alerta para situação "catastrófica" no Líba... » | O tempo urge, camaradas! Temos até 25 de Novembro » | A pequena mercearia do cardeal Cerejeira » | Game Boy » | Bleus recebidos por Chirac » | Mondial deux mille six » | Portugal Positivo » | Alter Ego » 

terça-feira, julho 25 

A ética, pensão eles

Manuel Alegre vai receber uma pensão de 3.219,95 euros devida como funcionário da RDP. Manuel Alegre foi funcionário da RDP, em efectividade de funções, durante alguns meses, suspendendo-as quando eleito deputado em 1975, até hoje. Manuel Alegre vai optar por receber um terço da reforma e o ordenado de deputado, como se determina. Importa aqui afastar a espuma da ética. Como o próprio Manuel Alegre esclarece, só posso sublinhar que é legal. Se não me enviassem a carta nem dava por isso - acrescenta. Está no seu irrefutável direito. Quando os cidadãos se afastam da lei e a discutem à luz de considerações éticas deixam-se levitar na espuma e não têm a percepção da onda, como é sabido. Acabam a comparar tristes medalhas, como se estivessem ébrios de demagogia numa qualquer campanha eleitoral.
A cidadã Ana Sara Brito, num gesto fundo de amizade, vem sugerir que Manuel Alegre deveria doar a referida pensão ao seu Movimento de Intervenção Cívica. Dá 0,28 cêntimos a cada um. Não é muito, mas uma onda de cidadania não tem preço.


Dylan T.